Publicado em viagem

Viagem – Parte VI

Eba!! Superamos o Rocky nos números de retornos…

O problema é que eu fico vendo as fotos M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-A-S que a Adriana posta. Muita gente pensa que a gente só encontra esse tipo de beleza no hemisfério norte, bem longe da gente. Ledo engano! Aqui pertinho tem. Não são os Alpes, mas são tão lindos…

Eu já tinha ido até Pucón, no sul do chile. Mas ainda nem tinhamos chegado perto do fim daquele país. Dessa vez resolvemos conhecer os lagos andinos. Pesquisei muito na internet e cheguei à conclusão que era melhor arrumar uma agência chilena. Os preços brasileiros são impraticáveis. Escolhi a VisitChile. Eu havia gostado dos preços, mas como não conhecia ninguém que havia viajado com eles, resolvi “fuxicar” no site e acabei achando um e-mail do Brasil. Era uma pessoa agradecendo a ótima viagem que teve. Não pensei duas vezes e escrevi para essa pessoa. Expliquei que ela não me conhecia e que eu estava querendo referências da agência. Como ela recomendou eu resolvi arriscar.

Todo o contato foi feito por e-mail e o pagamento no cartão de crédito (o único problema é não poder parcelar). Fechei um pacote de 5 dias para Puerto Varas, Peulla e Bariloche. Foi lindo demais!!!!

Chegamos em Puerto Montt por um vôo da Air Comet (mais barata que a Lan). E já tinhamos um city tour à espera. Depois nos deixaram no hotel em Puerto Varas. Dica: não fiquem em Puerto Montt. Não é uma cidade bonita. É uma cidade portuária, com casas de madeira e clima de filme de terror. Puerto Varas é pequena. Charmosa. E tem uma vista expetacular para o vulcão Osono.

Infelizmente essa vista a gente perdeu, porque outro vulcão entrou em erupção e estragou nossa vista da janela que teríamos da janela do quarto (Hotel Bellavista). Nada que um passeio não resolvesse.

Nós fechamos o pacote do Cruce de Lagos, mas o lado argentino do passeio estava temporariamente destivado. Então, fizemos o passeio do lado chileno, almoçamos em Peulla e voltamos à Puerto Varas.

Quem consegue passar de barco para o lado argentino tem duas opções: fazer tudo em um dia só ou dormir em Peulla. Peulla é um vilarejo minúsculo no meio do lago, que tem dois hoteis. Eu já aviso, se for ficar, tenha paciência de ficar algo onde só tem de interessante a beleza do lugar. E escolha o Hotel Natura. O outro (Hotel Peulla) é velho demais.

O passeio (como vocês podem ver pelas fotos) é lindo, muito lindo. Eu recomento muito. O lago em cor de esmeralda e a vista dos vulcões e dos picos nevados é de tirar o fôlego.

Como não pudemos seguir viagem dali para Baroliche, voltamos à Puerto Varas no barco mesmo, despois de ter almoçado em Peulla (lá tem opções de passeios à cavalo, quadriciclo, ônibus e trekking). Chegamos de noite e podres de cansados. Mas valeu demais.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s