Publicado em Para meu filhote

2 anos e 5 meses

Os dias estão passsando tão rápido que eu tenho até dificuldades em anotar tudo o que acontece no seu dia-a-dia.

Nesse mês você teve uma crise de bronquite. Você já estava resfriado (pegou na escola) e tomou a vacina da gripe. No dia seguinte nós tinhamos um aniversário para ir (da Lulu e do Léo), mas no final da tarde você estava tão chorão, respirando com tanta dificuldade que ficou claro que não iriamos a lugar nenhum. Aí não teve jeito, bombinha e casa. Nada de skate ou escola. Difícil é manter você quieto.
Alguns dias você está tão chatinho que suas birras são algo de outro mundo. Você abre um berreiro, põe as mãos nos olhos e chora, chora, chora tanto que sai até lágrima! Brinquei que eu deveria levar você na Globo, porque já é um ator e tanto. 
Você ganhou um skate novo. Mas moderno e leve. Assim pode brincar melhor. Também ganhou um novo par de joelheiras, já que as antigas estava destruídas. Realmente não consigo entender como uma criança, que nem havia visto alguém próximo andando em um, pode gostar tanto desse esporte. 
Você continua indo super bem na escolinha, praticamente sem nenhum choro. Quando volta, costumo perguntar o que você fez e, às vezes, você responde: Fulano não foi! Eu não comi… 
Se ir à escola não está sendo mais um problema, tomar banho e escovar os dentes são. Justo você que adorava um chuveiro e deixava sem poblemas a gente usar a escova, agora tem que praticamente ser arrastado para a água. Escovar então… Haja paciência e história para convencê-lo. Vez ou outra não tem jeito e você entra no banho chorando mesmo. Normalmente em poucos minutos você já se acalmou, mas os vizinhos, sem dúvidas, escutam sua gritaria.
Suas noites de sono voltaram a ser tranquilas e você praticamente parou de acordar gritando ou pedindo para mamar. Pelo jeito você já se acostumou com a chegada do seu irmão e percebeu que cada um tem o seu espaço, tanto na casa, como no nosso coração. Mas ainda tem crises de ciúmes, o que faz com que você chore pedindo colo ou ainda tente me morder. O pior é que você avisa que quer morder. Eu tento explicar que você não pode e que se está com raiva ou ciúmes de alguma coisa precisa falar e não bater, morder ou chorar, mas tenho a impressão de que nessas horas você não escuta, nem entende nada!
No mais, continua sendo um menino muito amoroso, que adora da abraços e beijos. Cuida do seu irmão do seu jeitinho. É egraçado como você ficar nervoso quando ele está chorando. Costuma falar: pega ele mãe! Ele tá chorando… Temos que toma cuidado, senão você agarra o pequeno, deita em cima, tenta pegar no colo. 
Um abraço tão apertado quanto o seu. Te amo filhote.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s