Publicado em família, maternidade, Para meu filhote, Sem categoria

3 anos e 10 meses

Eita mês corrido esse! Apesar de a rotina em casa já estar bem implantada, tivemos um mês de muitos passeios.

Durante a semana você vai às aulas de inglês duas vezes por semana (desde o início do semestre). Então, terças e quintas você fica as 10h00 até umas 11h30 na escola (a aula acaba as 10h50, mas as crianças gostam tanto de ficar lá que a coordenadora deixa vocês brincarem mais um pouco), depois almoça e vai para a escola. Volta e fica brincando em casa com seu irmão ou assiste desenhos na Tv ou no Ipad. Costuma dormir mais tarde que os dois menores, lá pelas 21h30/22h00, mas acorda mais tarde também.

Estivemos em São Paulo passeando na casa dos seus avós. Estivemos no Aquário de São Paulo e foi um passeio incrível. Tudo muito bem cuidado, muitos peixes, animais marinhos, até urso polar! Você se divertiu horrores.

Começamos a te levar nas aulas de judô, você até gostou no início… mas depois se desinteressou. Na verdade a turma é muito cheia e a aula depois da escola. Você, apesar de energia, chega cansado… Quem sabe quando estiver mais velho vai se animar?

Estivemos por mais uns dias na praia! Agora sim, com sol e calor. Aproveitamos bastante a areia, piscina. Fomos no Parque de Diversões… muito bom! Você, apesar de não ter nascido lá, é um caiçara legítimo!

img_0940

Depois de muitos meses sem subir em um skate, você perdeu o receio e voltou a andar. Está em prática, é verdade. Mas nada que os treinos não melhorem. Sua avó quer nos matar, mas o que posso fazer? Você gosta e é isso que importa!

img_0219

As férias já estão chegando e a programação inicial é colônia de férias na escola. Depois vamos ver o que mais a gente vai fazer…

Um beijão filhote!

Anúncios
Publicado em família, maternidade, Para meu filhote, Sem categoria

3 anos e 9 meses!

Agora que nossa rotina está voltando ao “normal”, isto é, estamos conseguindo sair de casa todos juntos com mais facilidade, decidimos ir até Penedo, conhecer a casa do Papai Noel.

Apesar de morar pertinho (apenas 1h15 de viagem), nós nunca (nem eu, nem seu pai) tínhamos ido, nem crianças, nem adultos. Lá em uma casa permanente do Papai Noel e achamos que, por já estar próximo do final do ano, fosse um passeio legal. A vila em si é muito pequena e não tinha muito o que fazer com três crianças pequenas.

img_0275

Você se divertiu alimentando os peixes de um pequeno lago. Brincou em um pequeno parquinho. Jogou autorama com o papai. Mas na hora de conhecer o Papai Noel, não gostou muito. A casa era muito bonita, mas o Papai Noel em si, muito fajuto. Acho que isso atrapalhou um pouco…

IMG_0285.JPG
Papai Noel não fez sucesso não!

Também foi a semana da criança na escola e você foi fantasiado de Capitão América. Apesar de ter os bonecos dos super-heróis em casa, não é o brinquedo que vocês mais gostam. Mesmo assim, adoram se fantasiar dos personagens. Ficou um pouco chateado porque não tinha o escudo (esqueci!), mas se divertiu mesmo assim. Foi uma semana toda dedicada à brincadeiras. Cada dia era para levar algo na escola. Você gosta muito da sua Professora (Tia Thalita) e de seus amiguinhos.

img_0453

Já que ia de Capitão América na escola, ganhou o boneco (que ainda não tinha) de presente de dias das crianças. Mas acabou, também, ganhando uma massinha igual sua prima Duduca ganhou (não é fácil ter tanta criança em casa).

Sua coordenação motora está cada vez melhor. Seus desenhos já tomaram forma e você adora ficar na mesinha da brinquedoteca desenhando (apesar de o LF atrapalhar um pouco rs).

img_0477
Flor que desenhou sozinho para a mamãe!

Beijão

Publicado em Para meu filhote

3 anos e 8 meses

O mês começou com uma novidade. Decidimos passar uma semana na praia!

Você adorou voltar para “sua casa”. Ficou encantado com seus brinquedos “velhos”. Uma pena que a chuva e o frio nos atrapalharam. Acabamos ficando menos dias que o esperado. Mas você aproveitou bastante. Foram à praia (mamãe e Tom ficaram em casa), andaram de skate, foram ao parquinho. Prometemos voltar mais vezes para você matar a saudades de casa.

Agora que você já está “grande” (eita 15kg que demoraram a chegar), ganhou uma cadeirinha nova. Foi preciso trocar a sua por dois notivos: suas pernas não cabiam direito mais atrás dos bancos e seu irmão precisava usar uma cadeirinha melhor. O problema é que carro nenhum cabe três trambolhos (como fazem os pais de trigemeos?). Achamos uma da Chicco que reclina um pouco (não tem coisa pior que aquele pescoço de criança pendurado enquanto dorme). Serviu certinho. Ainda bem!

Para fazer você comer um pouco mais, acabamos nos rendendo ao ketchup. Não é a coisa mais saudável do mundo, mas ajuda. A sorte é que você gosta de frutas. As aulas de inglês estão firmes e fortes. Não preciso mais ficar lá esperando você sair. Aliás, tenho que te buscar mais tarde, porque você adora ficar brincando com seus amigos e a teacher.

Passamos o feriado em Santo Antônio. Muuuitttooo frio! Nem saimos de casa. Mas você aproveitou bastante. Usou e abusou de seu casacão de neve. 🙂 Outra roupa que você não tira é um casado preto da Nike que tem capuz e lugar para colocar as mãos… daqui a pouco sai sozinha do armário.

img_0068
Muito frio!
img_0118
Você gosta de escolher as próprias roupas e não tira esse casaco do corpo!

Está com mania de pegar meu celular e filmar e fotografar tudo. Todos os dias tenho que apagar alguma coisa…

Mais para o final deste mês a chuva não deu trégua. Ficamos presos no apartamento. Sorte que tem a escola para gastar energia.

Um beijão gigante!

Publicado em Para meu filhote

3 anos e 7 meses

A volta às aulas foi complicada, como imaginamos.

Você não demonstra ciúmes, mas não quer ficar longe. Seu pai te leva, mas tem choro, sempre. Mas o que nos tranquiliza é que depois de alguns minutos, já está brincando com os novos amigos. E sai sempre feliz, o que é importante.

Você só tem três anos e meio, então as novidades não são diárias… Os desenhor favoritos continuam os mesmos: Backyardigans, Show da Luna, Jet… Deixou a Peppa um pouco de lado… Está mais independente. Troca de roupa sozinho, escolhe as que quer usar (se deixar, usar sempre as mesmas, igualzinho seu pai).

Continua mamando como um bezerro! Haja leite… Comer continua não sendo seu forte e almoçar na casa do seu avô é um desafio diário. Acabamos cedendo, não tem jeito. Você come a maioria das vezes na frente da TV. Você gostava muito de feijão, mas como aqui o pessoal não gosta de feijão preto, está relutante em comer. Mas o que me transquiliza é que se tiver fome, vai comer (ou mamar rs); seu bisavô sempre disse isso. Não temos neuras.

Desde que seu irmão nasceu, você e o Cheche passaram a ir nos fins de semana para a casa dos seus avós. Confesso que não gosto muito. Mas obrigá-los a ficar em casa, porque temos um bebê támbém não é justo. Seu pai também está trabalhando muito, o que dificulta os passeios de fim de semana. Vamos tentar voltar à rotina, prometo.

Montamos no apartamento um cantinho dos brinquedos. Tem mesinha, estante, seus brinquedos favoritos. Mesmo assim você costuma pedir para voltar a morar em Caraguá quase todos os dias. Nunca pensei que uma criança tão pequena pudesse ter lembraças tão fortes! Talvez quando você for grande, nem lembre (por isso esse “diário” existe), mas é bem forte hoje.

Como na escola nova não tem aulas de inglês (só para quem está no bilingue), matriculamos você em uma escola voltada para crianças. Por sorte os priminhos da Maria Eduarda fazem aula com você, o que fez com que você se animasse a ir. Alias, você adora inglês e tem uma grande facilidade de aprender novas palavras. Mesmo gostando, eu tenho que ficar durante a aula na escola. Vamos ver quanto tempo a adaptação vai levar…

Love you, babe!

Publicado em Para meu filhote

3 anos e 6 meses

As férias finalmente chegaram!

Antes de ficar algumas semanas em casa, você fez sua primeira tarefa da escola nova. Tinhamos que ler um livro e depois você deveria desenhar a parte que mais gostou e contar a história com suas palavras (para a mamãe escrever). Você não estava muito interessado, mas mesmo assim fez.

Para variar, percebemos que os pais têm a péssima mania de fazer a tarefa pelos filhos. Não consigo entender essa mania de perfeição que não deixam os filhos crescerem com as próprias pernas. Eram desenhos tão elaborados que apareceram no caderno, histórias tão mirabolantes que tenho certeza de que não foi uma criança. Paciência. Para nós não importa se seu desenho ficou esquisito ou mal pintado. O que importa é que você quem fez!

Depois de meses morando na casa do vovô, fomos para nossa nova casinha. Enquanto a mamãe estiver de licença maternidade, vamos ficar em perto da família. Ajuda nunca é demais (apesar de conseguimos nos virar bem sozinhos). Mas preferimos ter um canto nosso. A casa do vovô é uma delícia, mas é de todos. Então, poder ficar só nós, como era antes, é bom demais.

O gesso finalmente se foi! Ufa! Mas você agora está andando super esquisito. Caminha como se estivesse de gesso ainda. Mas foram tantos dias imobilizados que não poderia ser diferente. O médico, no entanto, disse que não vai ser preciso fisioterapia e que em pouco tempo você estará caminhando normalmente. Vamos aguardar.

As férias começaram com duas semanas de colônia de férias na escola mesmo. Foi de caso pensando. Você poderia ter ido nas colônias do clube, mas como você ficou tanto tempo longe da escola, ficar no mesmo ambiente foi o trauma de volta às aulas ser menor.

Você vive um caso de amor e ódio com sua prima. Ao mesmo tempo que brincam, brigam. Não é fácil. Sobra tapas para todos os lados. Morrem de ciúmes um do outro. Sua prima acha que é grande, mas no fundo é tão criança como vocês. Então é aquela, se compra um briquedo, tem que trazer três: um para você, um para seu irmão e outro para ela. Mesmo assim se não forem de cores iguais, tem briga. Não é fácil não! rs

Neste mês que passou, nossa única viagem foi para SJC, para mamãe ir à médica. Fomos nós, seu pai e seu irmãozinho. Um passeio rápido no shopping para almoçar e voltamos. Viajar com dois já era para profissionais, com três, para os fortes! rs Por isso estamos sem pressa.

As noites não tem sido fáceis. Não sei se porque tem um bebê em casa, mas agora vocês todos acordam de 3 em 3 horas. Haja mamadeiras e choro. Seu pai está moído…

Cada dia mais nós amamos mais você. Um garoto esperto, cheio de carinho e alegria. Continue assim!

Publicado em Para meu filhote

3 anos e 5 meses

Eita mês que se arrastou!!

Você ainda está de gesso. Depois de longas quatro semanas, você trocou aquele enorme, que ia do seu calcanhar até a virilha, para um que vai até o joelho.

Decidimos que mesmo de gesso você voltaria às aulas. Depois de tanto tempo sem ir, ficou bem chororô. Nós levamos você no carrinho dos seus irmãos e lá na escola você anda com uma cadeira de rodas.

O médico liberou você para caminhar, mas você não aceitou ficar com a proteção do gesso. Mesmo ele estando menor, não dá para dobrar a perna, então você anda quase como um pirata, puxando a perna. Espero que não precise de fisio…

Anda frio nestes dias… ainda bem, porque você continua sem banhos frequentes. Na verdade, você tem medo de estar de gesso no chuveiro. Mesmo assim tivemos que colocar você na água e você deu um escandalo. Sabemos que está sendo sofrido, mas falta muito pouco!

Você está cada dia mais encantando com seu irmãozinho. Quer segurar ele no colo o tempo todo. Se oferece para pegar a fralda, balançar o bebê conforto. Se está sentindo ciúmes, é tão pouco que nem dá para perceber.

Espero que nas férias você esteja sem esse gesso para poder aproveitar bastante. Te amo muito meu lindo.

Publicado em família, Para meu filhote

3 anos e 4 meses

Meu bem, você completou mais um mês de vida com uma grande mudança.

O nascimento de seu irmão se aproxima e nós, seu pai e eu, decidimos que era melhor ficarmos os próximos meses morando perto de nossa família. Não é fácil morar em outra cidade, quando não se tem alguém para ajudar a olhar dois meninos muito espoletas, imagine quando vocês forem três.

Para garantir que você (e seu irmão) não estranhassem, fizemos a mudança antes do Luís Antônio nascer. Para nossa sorte havia vaga na escola (onde nós estudamos quando adolescentes) e você se adaptou facilmnete. Aliás, se num primeiro momento você se mostra tímido, em pouco tempo está cheio de amigos e “primos”. É muito bom ver como você é um menino sociável e comunicativo.

Você participou da apresentação de dia das mães na nova escola, mas não gostou muito não. Chorou… tivemos que tirar você do palco! rs

Foi um mês de um grande susto também. Andando de skate no clube, junto com seu pai, você se machucou. Aparentemente não era grave, o skate havia batido na sua canela, não havia sangue, mas como você não parava de chorar e não conseguia colocar o pé no chão, seu pai te levou ao hospital. Lá descobriu que você tinha fissurado a tíbia e que iria precisar de um gesso.

Quase morri do coração. Mamãe ainda estava trabalhando e não poderia sair para te acompanhar no hospital, não daria tempo de chegar. Acabou que seu pai disse que, apesar do gesso, não era nada preocupante e decidimos que eu te veria no fim de semana. Foram dois dias torturantes e de muita culpa.

Você já está há 4 dias com esse gesso e ainda um pouco travado. Na verdade do médico recomendou repouso absoluto e você tem obedecido. Vamos ver quanto tempo vai durar sua paciência.

Um beijo enorme!!! Melhoras!